terça-feira, 18 de dezembro de 2007

A nossa babilónia

A barcaça marroquina abalroou a muralha do oeste “civilizado” com 23 desgraçados párias a bordo. Enquanto isso o bem nutrido e alucinado "consumidor", entretido nos centros comerciais, contrafeito, mal desvia o olhar das montras iluminadas de mil cores.

Construímos a nossa Babilónia e criámos uma grosseira ilusão de realização e auto-suficiência. No fundo, no fundo, todos reconhecemos a grande mentira com que nos sustentamos, mas recusamos indolentemente a corrigir o curso da nossa história, (a individual, que é a verdadeira) alterar um dedo a nossa cómoda perspectiva, desacomodarmo-nos um pouco que seja da nossa existência entretida e conformada.
De resto, ao ver a chocante fotografia de capa do Diário de Notícias de hoje, com um calafrio realizei como Jesus Cristo do Natal que estamos prestes a celebrar, encontra-se definitivamente “escondido” no emigrante repudiado. E como jamais O encontraremos com o barulho da encenação feérica dum qualquer agitado shopping suburbano.

4 comentários:

JSM disse...

Extraordinária perspectiva sobre o mundo que estamos a construir, recheado de muros, que protegem os condomínios fechados da nossa consciência! Se é para isto que serve o clube UE, se foi para isto que abandonámos as colónias à sua sorte, mais valia estarmos quietos. Os problemas não se resolvem fugindo deles e inventando depois uma boa teoria. Por este andar, amanhã, como ontem na Roma Imperial, havemos de comprar o nosso sossego, pagando pesados tributos às hordas esfomeadas que fabricámos com o nosso egoísmo. Até ao dia em que Roma caíu...
Um extraordinário postal, repito!
Um abraço.

João Amorim disse...

Caro João Távora

Por sorte ou desígnio encontrei este blogge nesta quadra natalícia. Não sou viciado na net mas sou obrigado a trabalhar permanentemente ao computador (já gostei menos!). Este sítio é um espaço calmo e delicado tal como a prosa que expoêm. Parabéns. O vosso blogge sobressai no imenso lixo cibernético. Parabéns, pelas palavras com que se revela e pela coragem em assumir a sua fé... sem encenações!
Bom Natal a si e aos demais visitantes.
Bem haja.

Joana Quintela disse...

amigos do Fora de estrutura,

só queria desejar em nome de todos cá em casa, um Santo e feliz natal com Nosso Senhor o Menino Jesus!
um abraço,

Joana Quintela

João Távora disse...

Agradeço os simpáticos comentários e retribuo os desejos de Feliz Natal.