terça-feira, 23 de outubro de 2007

Descubra as diferenças

"Na Alemanha nazi era legal matar judeus, logo
o código deontológico dos médicos alemães foi
actualizado em conformidade, como se verificou
em diversos campos de concentração. Acontece
que esses médicos foram condenados no final
da segunda gerra mundial, em Nuremberga,
tendo-lhes sido explicado que nem tudo o que
é legal é legítimo (ou seja ético). Agora, o conselho
consultivo da Procuradoria-Geral da República
(CCPGR) vem dizer que o código deontológico
dos médicos é ilegal pois contraria a lei do
aborto. Ou seja, para estes juristas, ser legal
é equivalente a ser legítimo, ou ético. Então
porque foram condenados vários médicos alemães
em Nuremberga? Felizmente que a acusação em
Nuremberga não era constituída por membros
do CCPGR, senão todos os funcionários dos
campos de concentração nazis teriam saído em
liberdade graças a este mesmo argumento!»


Carta dirigida ao Director do Diário de Notícias,
escrita por um amigo meu Luis Mamede Alves,
a propósito do artigo ' PGR obriga médicos a mudar
código deontológico '.

2 comentários:

Jane Eyre disse...

Impressiona-me que os criérios que Lenine, Estaline, Mao,Polpot e Hitler usaram para eliminar todos os que não lhes convinham, não davam jeito, não eram úteis ou eram um peso, são exactamente os mesmos daqueles que hoje defendem acérrimamente o aborto e a eutanásia.Mas com a pílula muito douradinha, que é para ver se enganam toda a gente.

Cristina Ribeiro disse...

Muito bem observado!