quinta-feira, 19 de abril de 2007

Novas oportunidades

A ideia é boa, partiu do Ministério da Educação e visa “dar resposta aos baixos índices de escolarização dos portugueses através da aposta na qualificação da população”, no fim de contas, um incentivo para uma aprendizagem contínua, independentemente da idade. A promoção desta iniciativa é que não é feliz e enferma de todos os vícios da contracultura dominante – a finalidade parece ser ‘o sucesso pelo sucesso’, ou parafraseando Shakespeare em Ricardo III – ‘o meu reino por um canudo’!
Ainda por cima à custa do aviltamento de algumas profissões!
O deputado Manuel Alegre chamou a atenção para mais esta infelicidade, ‘imprópria de um país democrático’, segundo disse, e eu concordo com ele.
Explico: já repararam nos ‘outdoors’ espalhados pela cidade onde aparecem Judite de Sousa a tomar conta de um quiosque, ou Carlos Queiroz a fazer jardinagem! Pois bem, o que é que isto quer dizer?
Que ser jardineiro é feio, é mau? Que é um castigo para quem não estuda?
Ou que tomar conta de um quiosque é negativo? E que devíamos todos estudar para engenheiro?!
Bem, se eu fosse mauzinho, que não sou, excepto quando o Belenenses perde, diria o seguinte: a Judite de Sousa fica bem no quiosque dos jornais, mas não pode ser, porque os quiosques são por natureza privados e ela gosta muito de ser funcionária pública!
Quanto ao nosso professor Queiroz, também não pode ser, porque o lugar de jardineiro é inacessível para ele, quando muito, adjunto de jardineiro!
Mas eu não sou mau e vou dar-lhes uma nova oportunidade.

2 comentários:

f disse...

apoiado!

Anónimo disse...

Olá João
Esta campanha destina-se a um público alvo- cerca de 400 mil pessoas que sairam das escolas sem concluírem o 9º ano e a quem o programa Novas Oportunidades se destina -a intenção é dar-lhes uma qualificação.Uma campanha destinada a esta população é dificil pela sua falta de cultura e de interesse pela cultura.Ser jardineiro ou vendedor de jornais não é feio- apenas não exigem qualificação específica e tendem a acabar...como tantas outras, que por não serem gratificantes não atraem gente.A intenção não é aviltar ninguém -apenas alerta para o trabalho e estudo necessários a profissoes melhores e futuros mais desafogados!Parece ue apesar de tudo já se inscreveram nestes cursos cerca de 100 mil pessoas. Vamos lá ver se resulta!A pedido de muitos Professores, outras campanhas virao e com o tempo e treino melhores serão - olha tb rimei, mal mas rimei!
Até para a semana
MSM