quarta-feira, 18 de abril de 2007

Quem me diz onde é a estrada?

Chamaram-me a atenção para o novo video clip do Pedro Abrunhosa, "Quem me leva os meus fantasmas". Lá estive a ver - com muito gosto - e, curiosamente, os rostos e os olhares dos "sem abrigo", filmados uns após outros, fizeram-me lembrar uma sucessão do género - embora para cada rosto mais prolongada - no filme "O grande silêncio", sobre os monges da cartuxa...

Os pobres-indigentes e os pobres-voluntários a deixarem-se olhar pela camâra sem os trejeitos de quem ainda pode ter alguma coisa a perder; uns, com o olhar mais dorido e perdido, incomodam a forma como vivemos; os outros, de olhar sossegado e penetrante incomodam as escolhas que fazemos; os que não têm casa e não parecem esperar nada de ninguém e os que "moram à sombra do Omnipotente" (Sl 90) e sabem bem em quem puseram a sua esperança; para uns, o movimento das ruas do mundo e a solidão; os monges, afastados das nossas cidades acompanham o mundo num silêncio cheio de Presença.

"Quem me leva os meus fantasmas"?

O Pedro Abrunhosa na apresentação do tema diz que, mais importante do que dar respostas, é fazer perguntas e fá-las em nome de todos os pobres, dos que perguntam e dos que não querem perguntar, em seu próprio nome:

"Quem me leva os meus fantasmas?"
"Para onde vamos?"
"Quem nos cura?"
"Quem nos salva da vida que nós próprios contruímos?"

...

"Quem me salva desta espada?"
"Quem me diz onde é a estrada?"





Junto a estas perguntas uma outra, fundamental : " Senhor, para quem havemos de ir...?"

6 comentários:

cristina ribeiro disse...

Pertinente...

Jane Eyre disse...

sofia,

Também já ouvi esta música, não sabia que da ligação com os sem abrigo.
Esta música parece um grito da alma, será que o Pedro Abrunhosa anda à procura de Algo? Se assim for, peço a Deus que ele O encontre.

Jane Eyre

Anónimo disse...

Para onde? Talvez f...

Anónimo disse...

Fiquei feliz por ter encontrado hoje, Via Corta-Fitas, o vosso blogue.

Joshua (Palavrossavrvs Rex)

joshuaquim7.blogspot.com

Anónimo disse...

Há três comentários

SIdeias disse...

Lindo!!!